por
Lingopas
27.11.2023

A globalização do varejo: Como o inglês e as formas de pagamento online desempenham um papel crucial

O mercado de compras entre empresas está passando por uma transformação significativa no Brasil. Enquanto a tendência de comprar de varejistas estrangeiros ganha força entre as empresas nacionais, os varejistas brasileiros estão direcionando seus olhares para as oportunidades de expansão internacional. 

O Relatório Varejo 2023, recentemente publicado pela Adyen, destaca essa dinâmica, revelando dados intrigantes sobre as estratégias das empresas brasileiras no cenário B2B.  De acordo com as estatísticas apresentadas no relatório, quase metade (47%) das empresas brasileiras planeja expandir para novos mercados por meio de operações online. Outros 33% estão considerando a expansão através da abertura de lojas físicas. Ambos os números representam aumentos significativos em comparação com a versão anterior do estudo, lançada em 2022.  

Dentre os destinos internacionais mais visados por essas empresas, a Argentina lidera, com 39% dos varejistas direcionando seus esforços para expandir suas operações para o país. Em seguida, destacam-se Portugal (35%), Estados Unidos (35%), Chile (22%) e Canadá (21%).  

A expansão internacional no cenário varejista representa não apenas uma mudança geográfica, mas uma transformação profunda nas operações das empresas brasileiras. A busca por novos mercados exige uma abordagem estratégica, especialmente no que diz respeito ao gerenciamento de pagamentos. 

Ter um parceiro de pagamentos que compreenda a complexidade de operar em diferentes países e regiões torna-se crucial, não apenas para acelerar o início da operação, mas também para reduzir os custos associados a esse processo.  

Agora, ao explorarmos o próximo tópico, veremos como o inglês desempenha um papel vital como uma ponte global no cenário corporativo. O inglês não é apenas um meio de comunicação, mas uma ferramenta essencial que conecta compradores e vendedores em uma rede global de negócios. Vamos mergulhar nesse aspecto fundamental da globalização do varejo e entender como dominar o inglês se torna não apenas uma vantagem, mas muitas vezes uma necessidade para empresas que buscam ativamente participar do mercado varejista globalizado.

O inglês como ponte global  

Em um cenário globalizado, a língua inglesa emerge como um poderoso facilitador de conexões além de fronteiras geográficas e culturais. No contexto do varejo, o inglês se torna uma ponte vital, unindo compradores e vendedores provenientes de diversas partes do mundo.

A utilidade do inglês é evidente na apresentação de produtos, manuais de instruções e interfaces de usuário. Optar por oferecer esses elementos em inglês não é apenas uma prática comum, mas uma estratégia consciente para simplificar a compreensão, tornando a aquisição de produtos acessível a consumidores de diferentes nacionalidades. Essa escolha linguística transcende o simples ato de comunicar; é uma decisão estratégica que promove a inclusão em um mercado globalizado.

A predominância do inglês estende-se para além dos limites físicos, encontrando destaque nas redes sociais e plataformas de e-commerce. Blogs detalhados, análises de produtos e interações online ganham vida nesse idioma universal. Essa convergência linguística cria uma comunidade global de compradores, conectando pessoas e marcas em um espaço digital compartilhado.

Dominar o inglês vai além de ser uma vantagem; torna-se uma necessidade imperativa para aqueles que buscam participar ativamente no mercado varejista globalizado. É a chave que desbloqueia oportunidades para a participação ativa em discussões, uma compreensão profunda das tendências e a construção de relacionamentos duradouros em uma comunidade que ultrapassa fronteiras nacionais.

O inglês não é apenas uma língua; é um facilitador de conexões, um meio pelo qual ideias são compartilhadas, produtos são apresentados, e comunidades são formadas. A maestria nesse idioma não apenas amplia as oportunidades de negócios, mas também contribui para a construção de um tecido global onde a diversidade é celebrada, e as barreiras linguísticas são superadas em prol de um comércio mais interconectado e inclusivo.

Pagamentos online: a chave universal para o comércio eletrônico global

No ponto de encontro entre globalização e tecnologia, o aprendizado de línguas estrangeiras torna-se crucial para todos nós. Em um mundo movido por transações online, onde compras, vendas, exportações e importações são parte do cotidiano, a preparação adequada de todos os departamentos de uma empresa é essencial. Conhecer profundamente o produto ou serviço oferecido é a receita para o sucesso e para conquistar clientes ao longo do tempo.

Com a proliferação de aplicativos e sites que facilitam transações diversas, desde a aquisição de produtos até a exportação de mercadorias, é imperativo que os diversos setores empresariais estejam familiarizados com diferentes idiomas. Isso possibilita a leitura e elaboração de contratos, por exemplo, para manter a empresa competitiva em um ambiente de negócios sempre dinâmico.

A globalização do varejo: Como o inglês e as formas de pagamento online desempenham um papel crucial

por
Lingopas
27.11.2023
Tempo de leitura:
8 minutos

O mercado de compras entre empresas está passando por uma transformação significativa no Brasil. Enquanto a tendência de comprar de varejistas estrangeiros ganha força entre as empresas nacionais, os varejistas brasileiros estão direcionando seus olhares para as oportunidades de expansão internacional. 

O Relatório Varejo 2023, recentemente publicado pela Adyen, destaca essa dinâmica, revelando dados intrigantes sobre as estratégias das empresas brasileiras no cenário B2B.  De acordo com as estatísticas apresentadas no relatório, quase metade (47%) das empresas brasileiras planeja expandir para novos mercados por meio de operações online. Outros 33% estão considerando a expansão através da abertura de lojas físicas. Ambos os números representam aumentos significativos em comparação com a versão anterior do estudo, lançada em 2022.  

Dentre os destinos internacionais mais visados por essas empresas, a Argentina lidera, com 39% dos varejistas direcionando seus esforços para expandir suas operações para o país. Em seguida, destacam-se Portugal (35%), Estados Unidos (35%), Chile (22%) e Canadá (21%).  

A expansão internacional no cenário varejista representa não apenas uma mudança geográfica, mas uma transformação profunda nas operações das empresas brasileiras. A busca por novos mercados exige uma abordagem estratégica, especialmente no que diz respeito ao gerenciamento de pagamentos. 

Ter um parceiro de pagamentos que compreenda a complexidade de operar em diferentes países e regiões torna-se crucial, não apenas para acelerar o início da operação, mas também para reduzir os custos associados a esse processo.  

Agora, ao explorarmos o próximo tópico, veremos como o inglês desempenha um papel vital como uma ponte global no cenário corporativo. O inglês não é apenas um meio de comunicação, mas uma ferramenta essencial que conecta compradores e vendedores em uma rede global de negócios. Vamos mergulhar nesse aspecto fundamental da globalização do varejo e entender como dominar o inglês se torna não apenas uma vantagem, mas muitas vezes uma necessidade para empresas que buscam ativamente participar do mercado varejista globalizado.

O inglês como ponte global  

Em um cenário globalizado, a língua inglesa emerge como um poderoso facilitador de conexões além de fronteiras geográficas e culturais. No contexto do varejo, o inglês se torna uma ponte vital, unindo compradores e vendedores provenientes de diversas partes do mundo.

A utilidade do inglês é evidente na apresentação de produtos, manuais de instruções e interfaces de usuário. Optar por oferecer esses elementos em inglês não é apenas uma prática comum, mas uma estratégia consciente para simplificar a compreensão, tornando a aquisição de produtos acessível a consumidores de diferentes nacionalidades. Essa escolha linguística transcende o simples ato de comunicar; é uma decisão estratégica que promove a inclusão em um mercado globalizado.

A predominância do inglês estende-se para além dos limites físicos, encontrando destaque nas redes sociais e plataformas de e-commerce. Blogs detalhados, análises de produtos e interações online ganham vida nesse idioma universal. Essa convergência linguística cria uma comunidade global de compradores, conectando pessoas e marcas em um espaço digital compartilhado.

Dominar o inglês vai além de ser uma vantagem; torna-se uma necessidade imperativa para aqueles que buscam participar ativamente no mercado varejista globalizado. É a chave que desbloqueia oportunidades para a participação ativa em discussões, uma compreensão profunda das tendências e a construção de relacionamentos duradouros em uma comunidade que ultrapassa fronteiras nacionais.

O inglês não é apenas uma língua; é um facilitador de conexões, um meio pelo qual ideias são compartilhadas, produtos são apresentados, e comunidades são formadas. A maestria nesse idioma não apenas amplia as oportunidades de negócios, mas também contribui para a construção de um tecido global onde a diversidade é celebrada, e as barreiras linguísticas são superadas em prol de um comércio mais interconectado e inclusivo.

Pagamentos online: a chave universal para o comércio eletrônico global

No ponto de encontro entre globalização e tecnologia, o aprendizado de línguas estrangeiras torna-se crucial para todos nós. Em um mundo movido por transações online, onde compras, vendas, exportações e importações são parte do cotidiano, a preparação adequada de todos os departamentos de uma empresa é essencial. Conhecer profundamente o produto ou serviço oferecido é a receita para o sucesso e para conquistar clientes ao longo do tempo.

Com a proliferação de aplicativos e sites que facilitam transações diversas, desde a aquisição de produtos até a exportação de mercadorias, é imperativo que os diversos setores empresariais estejam familiarizados com diferentes idiomas. Isso possibilita a leitura e elaboração de contratos, por exemplo, para manter a empresa competitiva em um ambiente de negócios sempre dinâmico.

Os pagamentos online têm um papel fundamental nesse cenário, sendo essenciais para a globalização do varejo. Com plataformas seguras e confiáveis, os consumidores podem realizar transações internacionais de forma fácil, superando barreiras geográficas e simplificando o processo de compra.

Métodos de pagamento online, como cartões de crédito, PayPal e criptomoedas, oferecem opções flexíveis e seguras aos consumidores. Isso não apenas impulsiona as vendas além das fronteiras, mas também constrói a confiança dos consumidores ao fornecer métodos de pagamento familiares e seguros. Em um ambiente de negócios acirrado, oferecer opções de pagamento internacionalmente reconhecidas não é apenas uma vantagem estratégica, mas também uma forma de consolidar a posição da empresa no mercado global e fomentar a lealdade do cliente.

Confira 4 formas de pagamento online utilizado no setor de varejo

No cenário global contemporâneo, as transações online tornaram-se uma parte intrínseca do nosso cotidiano. Uma pesquisa recente da Forbes Advisor revelou que 53% dos americanos, em uma clara mudança de comportamento, agora preferem utilizar carteiras digitais em vez de métodos de pagamento tradicionais. 

Esse dado não apenas reflete a crescente preferência dos consumidores nos Estados Unidos, mas também destaca a necessidade de compreendermos a revolução em curso no universo dos pagamentos.  

Dentre os meios de pagamento mais comuns e amplamente utilizados, destacam-se:

1. Cartões de crédito e débito:

  • Facilidade e rapidez: Os cartões de crédito e débito são amplamente aceitos em todo o mundo, proporcionando uma forma rápida e conveniente de efetuar transações online.
  • Ampla cobertura: Com bandeiras internacionais, esses cartões possibilitam compras em diferentes moedas, eliminando barreiras para transações internacionais.
  • Segurança: Muitos sistemas de cartões oferecem camadas adicionais de segurança, como códigos de verificação e notificações em tempo real.

2. Carteiras eletrônicas (e-Wallets):

Praticidade: As carteiras eletrônicas, como PayPal, Apple Pay e Google Pay, oferecem uma solução simples para armazenar informações de pagamento e realizar transações com apenas alguns cliques.

  • Segurança adicional: A maioria das e-Wallets utiliza tecnologias avançadas de criptografia para proteger as informações financeiras dos usuários.
  • Integração com dispositivos móveis: Muitas dessas carteiras são integradas a smartphones, facilitando ainda mais as compras online.

3. Gateways de pagamento:

  • Conexão entre comprador e vendedor: Os gateways de pagamento atuam como intermediários, facilitando a comunicação entre o comprador, o vendedor e as instituições financeiras.
  • Diversos métodos de pagamento: Essas plataformas oferecem suporte a uma variedade de métodos de pagamento, proporcionando flexibilidade para os consumidores.

4. Criptomoedas:

  • Descentralização: As criptomoedas, como Bitcoin e Ethereum, operam em uma rede descentralizada, oferecendo uma alternativa às moedas tradicionais controladas por entidades governamentais.
  • Anonimato e segurança: Transações com criptomoedas são geralmente anônimas e baseadas em tecnologia blockchain, proporcionando um nível adicional de segurança.
  • Expansão internacional: Com a aceitação crescente, as criptomoedas estão se tornando uma opção viável para transações globais.

Em um mundo cada vez mais conectado, a escolha do método de pagamento online muitas vezes se baseia na conveniência, segurança e na aceitação global. Com diferentes opções disponíveis, os consumidores e empresas têm a flexibilidade de escolher a forma de pagamento que melhor atende às suas necessidades e preferências.

Desafios e oportunidades no palco internacional do comércio

Apesar dos benefícios evidentes, a globalização do varejo também apresenta desafios. A competição acirrada exige que os varejistas estejam constantemente atualizados sobre as tendências globais, inovações tecnológicas e as preferências do consumidor em diferentes regiões.  

Além disso, questões culturais e regulatórias devem ser consideradas. Adaptar-se às diversas expectativas culturais e cumprir as regulamentações locais são essenciais para o sucesso no comércio global.  

No entanto, esses desafios vêm acompanhados de oportunidades significativas. Os varejistas que conseguem navegar efetivamente nesse cenário global podem alcançar novos mercados, diversificar sua base de clientes e impulsionar o crescimento sustentável.  

A globalização do varejo é um fenômeno complexo que envolve não apenas a disponibilidade de produtos em escala global, mas também a capacidade de compreender e atender às diversas necessidades e expectativas dos consumidores ao redor do mundo.  

Dominar o inglês e adotar métodos de pagamento online são passos fundamentais para os varejistas que desejam prosperar nesse ambiente globalizado. Ao fazer isso, não apenas facilitam as transações, mas também constroem pontes entre culturas, criando uma experiência de compra verdadeiramente global. 

Ver também:
19.7.24
Riachuelo e Lingopass: Capacitando 80 refugiados em português de diferentes nacionalidades
2.7.24
Estudo Randstad Employer Brand 2024: a atratividade das marcas empregadoras no Brasil
3.7.24
Como a comunicação está ajudando as startups a ter vantagens no mercado internacional?
Faça Aulas gratuitas de conversação:
Sou Aluno
Seta apontando para a diagonal alta direita. Representando um link para outra página
lingonews
Receba novidades e conteúdos exclusivos em nossas newsletters.
Obrigado por se cadastrar!
Email inválido. Tente novamente ou use outro email.
Estamos na lista das 100 Latam EdTech mais promissoras de 2022 e 2023, pela HolonIQ
Estamos na lista de 100 Startups to Watch, pela Pequenas Empresas e Grandes Negócios
Acelerado por grandes parceiros:
©Lingopass - todos os direitos reservados. Termo de Uso e Política de Privacidade